SAUDADE ETERNA

José Araujo de Souza

A vida ensina, a todo ser vivente,

que a solidão deprime e nos faz mal.

Até mesmo o animal, inconsciente,

procura a convivência de outro, igual.

O ser humano, cheio de grandeza,

com seu orgulho tolo e sem razão,

naufraga solitário, na tristeza,

sem ver que ao lado alguém lhe estende a mão.

A tua partida, amigo, nesta hora é triste,

mas esta ausência, que em nós já existe,

nos aproxima ainda, mais e mais.

Depois, conosco, restará a saudade

e a certeza de que esta amizade

nenhum de nós esquecerá. Jamais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s