AUTORRETRATO

José Araujo de Souza

Não se culpe pelas palavras que não digo.

Quase sempre, uso o silêncio como linguagem,

 na certeza de que fala mais fundo que as palavras.

Não existe, em mim, nenhum apego a datas especiais,

pois, as que tocam, que merecem lembranças,

ficam guardadas no fundo do coração

 e são reais,  todos os dias.

Sou bronco, sou brusco e sou tudo o que quiserem.

Mas, no fundo, bem no fundo,

há em mim sonhos que confortam o meu sonho.

Ouvidos que escutam sussurros da natureza.

Olhos que enxergam vislumbres de luz na escuridão.

Mãos calejadas, que se suavizam, nos afetos.

Existe em mim, escondido e confortado,

um ser capaz de vencer qualquer luta.

Mas que necessita, muito, de afago, afeto, ternura, amparo.

Eu sou aquele que cala para viver o silêncio.

Sou o que grita e esbraveja para manter escondido,

contido, preso dentro do peito o pranto

que teima em nascer.

Eu sou aquele que prefere não dizer o que sente

e deixar que sintam o silêncio, como quiserem.

Não se culpe pelas palavras que não digo.

Quase sempre, no silêncio, falo melhor que com palavras.

Não se aborreça nem me culpe.

Eu sou aquele que ama apenas pelo amor.

E que se sente feliz, muito feliz, por ser amado.

E o amor que eu amo,sempre, sempre, será maior,

pois se alimenta da minha vida,

que mesmo calado, em silêncio,

eu a dou  a você.

OPERAÇÃO MUTUM

https://go.hotmart.com/I45282236I

https://pay.hotmart.com/I45282236I

CRUCE

https://go.hotmart.com/N45907540J

https://go.hotmart.com/N45907540J?dp=1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s