AVE EMPLUMADA

José Araujo de Souza

Voar. Poder deixar no céu

um rastro de luz

e pousar o meu corpo, levemente,

numa estrela que passa.

Alcançar o tempo perdido

e, num bater de asas,

ir além das fronteiras

do espaço.

Voar. Como ave emplumada

de lindas cores

e pensamento livre.

Fazer,

num rodopio completo,

do corpo,

nascer um arco-íris.

Refletir sobre as águas

de uma mansa lagoa

o brilho de um lúcido sonho.

Voar. Poder deixar, no céu,

num rastro de luz,

o melhor de um sorriso

de um resto de tarde.

E amar, ah, amar como louco

todo o amor

deste mundo.

DELAS

https://go.hotmart.com/V45230745B

https://pay.hotmart.com/V45230745B

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s