KLAIDA

José Araujo de Souza

Ten buvo,
niekada nematytoje vietoje,
pasimetęs žvilgsnis
laukia kito žvilgsnio.
Su laiku
ir atėjus žiemai,
žvilgsnis užgeso.
Buvo kada
laukiamo žvilgsnio
jis atėjo tyliai,
niekam nematant.
Taip atrodo abu
susitiko
ir pasiklydau,
Beviltiškai.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s