20 POEMAS QUASIDARKS

Salomão Rovedo

3

“El alma vuela y vuela.”

 Nicolás Guillén

 Pega minhas mãos frias e beija.

 Meu peito sem hálito acaricia.

 Fixa meus olhos baços lacrimejantes.

 Exaure-me todo, toda a resistência.

 Totalmente desequilibrado em pênsil arame.

 Deforma-me com tuas mãos quentes de barro.

 Quebra-me os ossos, guarda-os para ti.

Elabora um brinquedo desmontável.

Traz o brilho nauseante dos teus olhos.

Baixa minhas pálpebras deslustradas.

Apaga minha penúltima Luz!

(Amaricanto)

https://go.hotmart.com/C45012354L

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s