IMORTALIDADE

José Araujo de Souza

De suas mãos escorrem rios

de paz, que meu corpo domina

e acalma o meu dia.

Sou espuma e névoa

e você é o meu porto seguro.

De seus olhos desponta o horizonte

de luz, que aquece a minha vida

e me guia nas trevas.

Sou dia límpido e claro

apenas quando você quer.

Na sua vida repousa

a certeza que eu tenho

de ser imortal.

Somos só de nós dois.

Fantasia irreal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s