Bonaval voleva, mio ​​signore, andare

Bernardo de Bonaval

Bonaval voleva, mio ​​signore, andare
e quando prego te ne vai
i miei occhi non dormiranno.

Ir-m’-ei, ma è serio da fare,
e, quando prego per te
i miei occhi non dormiranno.

In ogni modo ben sarà da dimostrare
de m’ir; di più, quando paghi
i miei occhi non dormiranno.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s