AMOR DOMINANTE



José Araujo de Souza

Dentro de mi ser bien escondido
hay un amor, infinito e indomable,
eso me duele tanto
y tanto dolor me hace infeliz
en mis amores.

Dentro de mi ser ya olvidado
hay un amor tan hermoso, del pasado,
que ya me ha causado tanta alegría
y tantos sueños, que ya ni sueño,
asustado.

Y no sufrir más los mismos dolores
y preservar mi ser de nuevas heridas,
Ya no quiero buscar nuevos amores
mientras trae los ojos superficiales del agua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s