Aluga-se um corpo

Larissa Cristina Chaves de Souza Martins

Eu sou o disponível.

Sou o ser que disponibiliza sua alma pra qualquer tipo de bicho.

Tenho asas, tenho fogo, tenho dor, tenho amor, tenho mentiras.

Não vim para encantar, nem para aborrecer, vim para iludir.

Enquanto tu acreditas em Mim, sou completa.

No chão de madeira lisa e corrida, nas luzes quentes,

Nas músicas que chupam meus ouvidos, no suor que transpira

pela minha pele,

Eu sou quem eu quiser ser.

Sou anjo e demônio, pronta pra me doar pro universo das

mentiras sinceras.

Alimento-me do doce som dos aplausos e me faço rainha

mesmo quando sou mendiga.

POESIAS 27

Tenho o medo impregnado em minha pele e loucura correndo

pelas minhas veias.

Não existem limites, não existem cercas. É um campo infinito

transbordando insanidade, intensidade, verdade, comédia e

tragédia.

O feio pode ser belo, o azul pode ser verde, o vilão pode ser

encantador, todos podem ser todos.

Sou crente do impossível, sou carne viva trilhada em cima da

estrada da paixão, sou menina-mulher construída pra enganar,

sou mil em uma. Sou atriz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s