Song to fear

Lya Luft, in “Secreta mirada”, 1997.


That your silence, that voice
who mumbles briefly
at unlikely times,
this punishment for not reaching you
scares me:
how big is this love beginner
that already invades me so much, and where does it take me?

In such a way
make me part of you
I don’t know but who I am, what I do,
which side do i turn to see you
at least from afar, the eyes of promise
and the hands that, barely touching mine,
conform my days.

  • Lya Luft, in “Secreta mirada”, 1997.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s