CANÇÃO PARA JULIANA

Quando chorar pega bem - ISTOÉ Independente

Ah, vida minha que se acaba um pouco
no corpinho pequeno, de beleza infinita,
no loiro cabelo, na pele bonita,
num sonho de amor
deixando marcas.
No rosto, o sorriso amplo.
Na boca, o beijo diário.
Nos olhos, o azul do céu.
Ah, vida minha que se acaba um pouco
na grandeza do amor deixado frio
perdido no tempo à procura do afago,
solto no espaço à procura de um porto
qual barco perdido navegando ao largo
sem vento, sem rumo,
avariado.
Ah, vida minha que se acaba um pouco
no pouco tempo que tive
de amar-te, querer-te tanto.
Anjinho da vida minha
que no dia já marcado
deixou meus braços vazios
o coração desconsolado
e abraçando o Deus-Menino
tomou assento
ao seu lado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s